• By Inês Vaz Pinto, Ana Patrícia Magalhães, Patrícia Brum
  • Last updated 05 May, 2017

Tróia 12 (Carvalhal, Portugal)

Portugal > District of Setúbal > Grândola > Carvalhal


Localizada na praia, a Oficina 12 está ao lado e ligada à Oficina 13 pela mesma parede-mestra a sudoeste e as duas deveriam pertencer à mesma fábrica isolada, com um pátio fechado nas traseiras da Oficina 12. Uma única fila de sete módulos de tanques, dois com tanques geminados, está preservada, assim como os vestígios de três outros tanques nas filas perpendiculares. Muito incompleta por causa da destruição pelas marés, esta oficina deveria ser uma grande oficina rectangular com quatro filas de tanques em torno de um grande pátio. O seu comprimento (ou largura?) é de 34,15m e a sua largura conservada de 11,80m, correspondente a uma superfície incompleta de 402,97m2.

O único tanque escavado e mensurável tem 2,20m de profundidade e uma capacidade de 35m3. Se multiplicarmos esta profundidade pelas medidades dos outros nove tanques preservados, obtemos uma capacidade de produção de 277m3, muito abaixo da capacidade original.

Ressources marines

O único tanque escavado não continha nenhum resto de peixe.

Chronology

Séculos I - II

A observação do plano arquitetónico indica um único momento construtivo e a escavação do tanque 3 e a sondagem 11 feita nas traseiras apenas forneceram material do Alto Império (ânfora regional Dressel 14 variantes A e B, ânforas béticas Dressel 20 e Beltrán II B, um fragmento de sigillata hispânica). Este conjunto sugere uma cronologia do segundo quartel do século I até ao século II. A escassez de cerâmicas classificáveis não permite especificar o momento de abandono no século II (Pinto, Magalhães et Cabedal, 2014).

Bibliography

  • Étienne, R.; Makaroun, Y.; Mayet, F. 1994, Un grand complexe industriel à Tróia (Portugal). Éd. de Boccard, Paris.
  • Pinto, I. V.; Magalhães, A. P.; Brum, P. 2011, "O complexo industrial de Tróia desde os tempos dos Cornelii Bocchi", In: Cardoso, J. L.& Almagro-Gorbea, M. (eds.). Lucius Cornelius Bocchus. Escritor Lusitano da Idade de Prata da Literatura Latina. Colloque International de Tróia (6-8 Octobre 2010), Lisboa-Madrid. pp. 133-167.
  • Pinto, I. V.; Magalhães, A. P.; Brum, P. 2014, "An overview of the fish-salting production centre at Troia (Portugal)", In: Botte, E.& Leitch, V. (eds.). Fish & Ships, Production et commerce des salsamenta durant l’Antiquité, Bibliothèque D’Archéologie Méditerranéenne et Africaine, vol. 17, Rome. pp. 145-157.
  • Pinto, I. V.; Magalhães, A. P.; Cabedal, V. 2014, "O núcleo fabril do Recanto do Verde (Tróia)", Setúbal Arqueológica, vol. 15, pp. 259-304.

Cetaria file citation

Inês Vaz Pinto, Ana Patrícia Magalhães, Patrícia Brum, «Tróia 12 (Carvalhal, Portugal)»,  RAMPPA, Atlantic-Mediterranean Excellence Network on Ancient Fishing Heritage (http://ramppa.ddns.net/cetaria/troia-12), 05 May, 2017.

Download File

3 images in Gallery